11.21.2005

Next Stop....

Desde que comecei a deixar o meu carro ao relento e passei a usufruir dos "pequenos-grandes" prazeres de ser transportada pelo Metro, comecei a ter tempo útil (entenda-se, tempo para pensar). Normalmente dedicava-me a vasculhar algumas das minhas diabólicas ideias e reformulações conceptuais à noite. Mas como ultimamente a 'pachorrice' me tem vencido, deixava essa tarefa tão sã como fazer o Sudoku, aos primeiros pestanejos. Conclusão... se não andava no mundo da lua de dia, à noite nem pensar!

Mas agora sim, tenho tempo para PENSAR. Viva o METRO!

E por falar no novo meio de transporte de milhares de invictos parceiros de labuta, já se interrogaram porque raio nos espetam sempre com a mesma música em loop? Quer dizer, o pessoal já sai do trabalho moído, chega à estação (no meu caso, Bolhão) e tem de gramar sempre os memsos dois temas e ainda por cima ... deprimentes. Vai que não vai, alguém mais 'desprovido' das suas faculdades ou desalentado com a p*** da vida decide entregar-se a algum devaneio mais "esquizo"?!? Como se não bastasse ainda temos de ouvir dentro e fora das estações, todos os santos dias, meses e anos a ladainha de sempre: «Estimado cliente. Vai dar entrada com destino a ....»; «Próxima paragem; Next Stop...».

Mudem o reportório, por favor. Espetem-nos com notícias e outras músicas - falem com as rádios. Façam mais serviço público! Nos agradecemos e ... pagamos!

1 Comments:

Blogger eugenio said...

Ao metro do Porto faltam os "performers" de Paris, os carteiristas de Lisboa, as beldades de Milão, as mini-saias de Tóquio, o smog e a patine de Londres, o multiculturalismo de Nova Iorque, a classe de Barcelona e a movida de Madrid e a velocidade de Mirandela.
Ou seja, falta tudo.

3:29 PM  

Post a Comment

<< Home