12.20.2005

Quem EU ausente?

Luís Delgado hoje no DN sobre a "Semana de Natal":

«É uma época do ano em que o país não existe. Literalmente. Quem está faz de conta que não está, e quem não está finge que está.
Sempre foi assim, sempre será assim. E não é, de todo, uma má política ou gestão pessoal e empresarial errada. O final de ano é sempre de "ausência" física e mental. Há outras prioridades, outros interesses e outros motivos para deixar estas duas semanas correr, sem grandes agitações, ou preocupações, ou irritações. O ano está feito, para o bem e para o mal, e não são duas semanas que alteram nada. Mais do ponto de vista psicológico, e de saúde mental colectiva, este alheamento até é benéfico e saudável. (...) O ano de 2005 foi para esquecer, sob todos os pontos de vista, e como ninguém acredita que 2006 vai ser melhor, então mais vale descansar agora, para preparar mais 12 meses duros, tensos, imprevisíveis e complicados»

Este senhor deveria ausentar-se por alguns momentos.... fazia um grande favor aos grandes "alienados" deste país!